Pedalar em pé: dicas e técnicas de como realizar


Pedalar em pé é uma técnica extremamente importante e que pode ser utilizada em diversos momentos. Ela acaba gerando um maior gasto energético se comparado a pedalada sentado. Isso porque ao ficar em pé você acaba requisitando mais músculos e consequentemente faz subir sua frequência cardíaca. Por isso é importante saber realizar essa técnica para minimizar seu gasto energético e aproveitar melhor a potência gerada. Além disso é importante saber quando ficar em pé na bicicleta.

Veja alguns momentos de onde pedalar em pé podem te ajudar.

1 – Subidas longas

Em subidas longas é normal sentir um cansaço da posição. Nesse momento você pode começar a pedalar em pé por um curto tempo para mudar a posição e utilizar outros grupos musculares. Você não precisa aumentar o ritmo, apenas mudar a posição. Você vai sentir a diferença.

2 – Acelerações

Seja no plano ou em subidas, podem ocorrer acelerações repentinas. Casos como esse é mais fácil usar a pedalada em pé que acaba gerando potência mais rápido e atinge picos maiores do que sentando.

3 – Sprints

Como dito anteriormente, pedalar em pé gera mais potência num curto período. Isso porque você acaba utilizando o peso do corpo e os braços para gerar um pêndulo e com isso obter mais eficiência na pedalada. Por tal motivo os sprints usam essa técnica, pois consegue atingir picos de velocidades altíssimos. Você pode ver mais dicas de como melhorar seu sprint em nosso artigo.

4 – Obstáculos

Pedalar em pé nem sempre é usado para aumentar a velocidade ou potência. Você deve usar essa técnicas para transpor obstáculos como tronco, buracos que ocorrem muitas vezes no MTB. Até mesmo para transpor buracos nas vias você precisa ficar em pé para conseguir “saltar” sobre eles.

Agora que você já sabe onde executar essa técnica, vamos discutir em como executar essa técnica.

Como pedalar em pé:

  1. Se estiver em subida segure na parte de cima do guidão. Caso seja para sprintar você pode segurar no drop (parte de baixo do guidão)
  2. Fique em pé e distribua bem o peso. Mantenha o centro de gravidade entre os braços e as pernas.
  3. Mantenha os braços ligeiramente flexionados.
  4. Execute um movimento de pêndulo com a bicicleta. Ou seja, quando sua perna direita estiver esticada a bicicleta deve estar levemente inclinada para a esquerda, quando a perna esquerda estiver esticada a bicicleta deve estar inclinada para a direita. Esse movimento ajuda a usar o peso do corpo para empurrar o pedal. Além de usar os braços para movimentar a bicicleta.
  5. Mantenha esse movimento tentando ser o mais leve possível e sem exagerar no movimento. Pedalar em pé já consome mais energia, por isso o que puder economizar pode fazer a diferença.

Erros comuns de iniciantes

  1. Manter os braços esticados. Dessa forma você não consegue movimentar o corpo e a bicicleta e usar isso a seu favor.
  2. Manter o corpo rígido, fazendo apenas as pernas girarem. Isso acaba forçando os músculos do core e não aproveita o movimento da bicicleta a favor.
  3. Exagerar no movimento de pêndulo. Assim você acaba se movimentando mais para os lados do que para frente.

Veja como pedalar em pé na prática

Assita alguns vídeos onde mostramos na prática como executar a técnica de pedalar em pé.

Bons treinos!

 

 




Treinadora e ciclista profissional Cris Silva

Cris Silva

» Site » Instagram » Facebook » Youtube