5 fatores para você a melhorar sua potência no ciclismo e como associá-los com o treinamento de força


Nos últimos anos temos vistos muitos atletas de endurance progredirem usando o treinamento de força para aumentar o desempenho. Como isso funciona e quais são os principais fatores que contribuem para melhorar as habilidades de um atleta?
Muitos treinadores e atletas tendem a usar em seus treinamentos de força movimentos que imitam os exercícios esportivos. Mesmo isto sendo muito bom p começar, existem muito mais coisas que podemos realizar na academia visando um aumento de performance.
O que buscamos com este tipo de treinamento é um aumento da produção de energia e poder manter isso por mais tempo.
FAÇA PARTE DE NOSSA LISTA VIP NO WHATSAPP E RECEBA NOSSO CONTEÚDO EXCLUSIVO – CLIQUE AQUI E MANDE UMA MSG EU QUERO
5 fatores contribuem para maximizar a produção de energia:
1. controle motor
2. qualidade de movimento
3. habilidade e técnica
4. sistema de energia
5. estresse
Um treinamento de força precisa de consistência para que produza o resultado almejado. E uma coisa é fato, todo atleta que não está inserido no contexto WorldTour e Pro Tour, deve fazer um trabalho de musculação pelo menos 2 vezes por semana durante TODO ANO!!!
Esta é uma grande verdade a qual nós devemos nos adequar e programar. Durante os períodos de transição e base as sessões de treinamento de força devem ter entre 45 e 75 minutos de duração, a medida que vai intensificando e afunilando o trabalho na bike, esses exercícios podem ser de até 20 minutos, dependendo do nível e das necessidades do atleta. No mínimo, se você não é um profissional WorldTour, deve realizar uma sessão de treinamento de força de 45 minutos por semana.
Essa consistência permite que o atleta mantenha sua força ao longo da temporada. Principalmente, porque isso é muito simples de acordo com tantas ferramentas que temos disponíveis no mercado (halteres, bandas elásticas, kettlebells, trx, etc)
CADASTRE EM NOSSA LISTA VIP NO WHATSAPP E RECEBA NOSSAS DICAS EXCLUSIVAS
Durante essas sessões de treinamento de força não ignore o aquecimento. Muitos atletas consideram “chata” a parte inicial de aquecimento, mas é ela que vai preparar seu corpo para tal atividade, além de estar fazendo parte do processo regenerativo do seu treino na bike, já que vai ativar bem sua circulação sanguínea, deixando a musculatura mais “solta”.
Sessões montadas em formato de circuito também são possibilidade que podem ajudar muito, ainda mais quando o atleta tem o tempo mais curto.
***Quando falo em treinamento de força, não seria força propriamente dita, é o nome ao qual me refiro a musculação. Os treinos de musculação devem ser sempre realizados com cargas moderadas, principalmente quando já foi iniciada a temporada, para que não comprometa os treinamentos na bike.




Treinadora e ciclista profissional Cris Silva

Cris Silva

» Site » Instagram » Facebook » Youtube